Notícias e Variedades de Macaé
Início » Vida » Comportamento » Dicas para controlar os gastos

Dicas para controlar os gastos

qui, 09/01/2014 - 11:29 -- Leila Pinho
pessoa fazendo contas na calculadora

Depois do período de festas de fim de ano muita gente cai na real e percebe que deveria ter planejado melhor os gastos para enfrentar 2014 com os pés no chão. Os três primeiros meses do ano já começam com cobranças que pesam o orçamento familiar como o IPVA, IPTU, a compra de material escolar, entre outras coisas.

O início do ano é um momento propício para rever os hábitos econômicos e tentar conciliar as metas pessoais com o bom uso do dinheiro. Para alcançar os objetivos, sejam eles quais forem, não há caminho mais certo do que o planejamento financeiro. Seja para conseguir comprar um carro, adquirir a casa própria, fazer uma viagem, casar ou iniciar um curso superior, fica mais difícil chegar lá sem sem programação. Segundo o economista e professor do curso de administração da Faculdade Miguel Ângelo da Silva Santos (Femass), Daniel Ernesto Silva Souza, quem planeja precisa ser transparente consigo mesmo e consciente.

“Você não pode se enganar. Tem gente que credita o cheque especial como aporte salarial. Na realidade, isso não deveria ser feito. Pensar é diferente de planejar. Planejar é saber exatamente quanto você vai gastar. Escolher é a palavra principal da economia. Nós vivemos de escolha. A dica mais importante do planejamento financeiro é priorizar as suas escolhas de acordo com os planos. Dessa forma, você consegue diminuir os gastos”, diz o economista.

De acordo com Daniel, o ideal é fazer o planejamento para o novo ano com pelo menos três meses de antecedência. Embora esse tempo já tenha vencido, algumas dicas do economista podem ajudar no controle mais efetivo dos gastos e a concretizar as metas para este ano. 

  • Faça planilhas de controle de ganhos e gastos mensais;
  • Anote tudo que entra no mês como ganho. Exemplo: salário, comissões e qualquer outro tipo de extra;
  • Tome nota também de todos os gastos. Todos mesmo, desde a compra de algo mais caro como um notebook até itens mais baratos como uma bala ou um doce;
  • Coloque na planilha as despesas fixas como aluguel, prestação de financiamento da casa ou do carro, luz, água, telefone, internet, TV a cabo, etc.;
  • Não se esqueça de anotar também os dispêndios eventuais como consulta médica, remédios, manutenção de eletrodomésticos, entre outros;
  • Anote o percentual de cada gasto, dividido por categoria. Exemplo: 10% com educação, 5% com diversão, etc. Essa dica é excelente para que a pessoa saiba com o quê mais gasta. Esse método vai ajudar a escolher, depois, onde é possível reduzir as despesas;
  • Tenha o hábito de consultar a planilha financeira diariamente para acompanhar as entradas e saídas de valores. Essa prática vai ajudar muito a controlar os gastos e não perder o foco no objetivo principal;
  • Estipule uma quantia para usar em pequenas despesas como ir ao cinema e atividades de entretenimento e, se esforce para não ultrapassar o limite proposto;
  • Não atrase o pagamento do cartão de crédito, nem pague o mínimo da fatura para evitar os juros. Qualquer operação financeira que envolve incidência de juros como cheque especial, deve ser evitada;
  • Programe uma meta de economia mensal de acordo com o objetivo para o novo ano. O resultado pode surpeender. Se o trabalhador economizar 10% do salário todo mês, no fim do ano ele terá um 14º salário.

Planilhas e aplicativos úteis para planejamento financeiro

aplicativo financeiro moneywiseO controle do uso do dinheiro pode ser feito em meios físicos como agendas e cadernos ou em meios virtuais como é caso das planilhas em Excel ou dos aplicativos para celulares. Algumas agendas vendidas em papelarias possuem seção específica para registro de dados do orçamento familiar, entre os meses do ano.

Na internet é possível encontrar algumas planilhas para planejamento financeiro em sites de bancos e sites de notícias. Geralmente, os modelos já vêm com divisões de despesas por categorias, o que facilita o gerenciamento dos dados e o controle.

Os aplicativos também podem ser uma prática opção para registro imediato. O mercado oferece modelos de apps gratuitos e pagos. O app MoneyWise (para Adnroid)  e o Minhas  Economias (para iPhone) são alguns exemplos gratuitos.

Comentários

Enviado por Delmysia Silva ... em
Se conseguir seguir direitinho as orientações do professor, terá benefícios em sua renda mensal.

Comentar

Seu comentário será liberado pelo administrador. Informe-se sobre as regras de moderação de comentários no Termo de uso.
CAPTCHA
Resolva a soma abaixo por questões de segurança
1 + 0 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.