Notícias e Variedades de Macaé
Início » Vida » Bem-estar » Consulte o médico antes de correr

Consulte o médico antes de correr

sex, 12/04/2013 - 11:57 -- Divercidades
mulher correndo

A corrida de rua está ganhando muitos adeptos que prezam pela boa forma e qualidade de vida. Macaé oferece alguns atrativos a mais para os interessados na modalidade esportiva como a abundância de terrenos planos e as belas paisagens naturais. Mas, antes de iniciar a corrida é preciso fazer uma avaliação médica.

De acordo com o cardiologista Fernando Siqueira, o ideal é procurar um cardiologista ou especialista em medicina do esporte para prevenir problemas de saúde. A avaliação médica vai depender de cada paciente. Para aqueles que visam à alta performance ou atividades competitivas, a avaliação deve ser mais rigorosa e um bom programa de condicionamento físico e alimentação são essenciais. Pessoas com menos de 35 anos devem fazer o exame eletrocardiograma e, para os que têm mais de 35, recomenda-se o teste ergométrico. “Em alguns casos o ecocardiograma também é necessário assim como a ergoespirometria”, ressalta o cardiologista.

Segundo o médico, o exercício da corrida exige mais do sistema cardiovascular e locomotor. Por isso, obesos e portadores de doença articular precisam de atenção especial antes de praticar a corrida. Nos indivíduos com risco aumentado para doenças cardíacas como o diabético, o portador de hipertensão arterial e aqueles com história de morte súbita na família, o cuidado deve ser redobrado.

O cardiologista alerta ainda para as complicações que podem acontecer com os chamados atletas de fim de semana, como lesões musculares, articulares e complicações cardíacas, entre elas arritmias, infarto e morte súbita. “Em algumas situações, doenças genéticas cardíacas podem predispor a complicações como arritmias fatais. É importante que o paciente hipertenso e diabético esteja bem controlado, além de ser respeitado o limite de cada um. A atividade física extenuante ou exagerada, sem preparo adequado, facilita o aparecimento dessas complicações”, explica o médico.

Dicas de saúde para correr com segurança:

  • Antes de correr, consulte um médico para avaliação;
  • Inicie as atividades aos poucos, aumentando a frequência e a intensidade dentro de seu limite;
  • Use roupas adequadas com tecidos leves e tênis confortáveis que amorteçam o impacto;
  • Hidrate-se;
  • Faça alongamentos para aumentar a flexibilidade do corpo.

Adeptos do esporte em Macaé

Praticante de corrida há sete anos, Alexandre Gonçalves, 41 anos, corre em média 12 km por treino, de três a quatro vezes por semana. “Nos últimos quatro anos a motivação cresceu e passei a participar de maratonas de curtas e longas distâncias, como uma forma de incentivo”, diz. Ele já participou de várias maratonas, como a da travessia da Ponte Rio Nitéroi, a da Favela da Rocinha no Rio de Janeiro, entre outras. “Durante a corrida passa um filminho na cabeça. Penso em tudo, tanto na minha vida pessoal quanto no trabalho.”

A empresária Ana Claudia Guimarães, 42 anos, há 10 anos pratica o esporte. Ela começou a correr depois de se cansar da rotina de academia. “Resolvi ir para a praia caminhar e testar minha resistência. E aos poucos fui acelerando e quando vi, já estava correndo 17 km e ganhando várias competições. Para mim é um prazer total. Naquele momento eu faço a minha agenda, repenso minha vida e chego pronta para iniciar meu dia”, relata. Atualmente, Ana Cláudia diminuiu o ritmo e afirma que a corrida funciona apenas como um hobby. “Resolvi assumir esta postura, pois como estava conquistando muitos pódios a cobrança começou a surgir. Meu objetivo sempre foi ser amadora e nunca profissional. Hoje corro de 6 a 8 km, três a quatro vezes por semana e participo de algumas maratonas de curta distância.”
 

Comentar

Seu comentário será liberado pelo administrador. Informe-se sobre as regras de moderação de comentários no Termo de uso.
CAPTCHA
Resolva a soma abaixo por questões de segurança
2 + 11 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.