Notícias e Variedades de Macaé
Início » Vida » Bem-estar » Como escolher os óculos de sol?

Como escolher os óculos de sol?

seg, 10/02/2014 - 10:13 -- Leila Pinho
mulher experimentando óculos de sol

Não é difícil encontrar os óculos de sol categorizados nas seções de acessórios de moda em lojas virtuais. Nem tampouco, o consumidor supervalorizar as características estéticas do produto e se esquecer das utilitárias. A função primordial dos óculos de sol é proteger a visão contra a incidência dos raios UV (ultravioletas).

Segundo a proprietária da Ótica Visão de Macaé, Fabiana de Azevedo Manhães, o critério de beleza costuma ser a maior preocupação do consumidor. “O cliente não faz a avaliação da qualidade da lente. Eles vão mais pela estética. Alguns já chegam para comprar uma marca específica. Mas, vejo que é raro as pessoas atentarem para o fator de proteção”, relata Fabiana.

De acordo com o oftalmologista Lauro Cavour, que atua em Macaé há mais de 30 anos, a segurança dos óculos está na qualidade da lente. As lentes de boa qualidade filtram os raios UV, tarefa que a córnea não é capaz de fazer.

O problema é que não existem métodos acessíveis para saber se uma lente é ou não de boa qualidade. Segundo informações da Sociedade Brasileira de Oftalmologia (SBO), os óculos vendidos no Brasil não possuem selo de qualidade regulamentado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) que atestem que o produto possui filtro de proteção contra os raios UV.

Portal Divercidades

médico oftalmologista Lauro CavourNa hora de comprar o produto, alguns cuidados básicos podem ajudar o consumidor a preservar a saúde dos olhos, sem deixar de atender ao gosto pessoal. Lauro Cavour indica procurar sempre uma ótica para comprar os óculos. “No camelô, a procedência não é muito confiável e a lente pode não dar a proteção necessária. A vantagem de comprar numa ótica é que lá é mai seguro”, diz o médico. Além disso, é preciso ter atenção na escolha da armação. Uma armação inadequada que não se ajusta bem ao rosto pode reduzir o fator de proteção. Por isso, a armação deve se adaptar bem ao rosto.

Para quem já utiliza óculos de grau, recomenda-se adquirir óculos de sol com grau. Assim, além de proteger-se dos raios UV, a visão não será prejudicada.  Conforme afirma o oftalmologista, não existe orientação rígida referente à cor das lentes. “Qualquer tonalidade pode ser escolhida de acordo com cada gosto. Mas, para quem tem maior sensibilidade à luz, o melhor é usar óculos de lentes mais escuras.”

Entretanto, há algumas indicações para aproveitar melhor as funções de cada tipo. “As lentes cinzas filtram bastante a claridade e dão um bom conforto visual, sendo indicada para quem pega muito sol e pratica esportes náuticos. As lentes vermelhas são destinadas para ambientes noturnos e oferecem pouco conforto debaixo do sol. As amarelas são boas para dirigir, pois absorvem a luz dos faróis e diminuem o brilho refletido. Já as de tom verde-escuro absorvem bem a luz e melhoram os contrastes, sendo boas para quem faz esporte ao ar livre. As lentes verde-claros, lilás, rosa e alaranjada são mais estéticas e ao são recomendadas para quem precisa de boa proteção contra a claridade. As lentes azuis dão boa proteção contra a luz. As marrons são as mais indicadas para luminosidades mais intensas e para quem dirige muito”, explica o oftalmologista.

O uso contínuo de óculos de má qualidade pode causar alteração ótica que implica no aparecimento de grau, queimaduras na retina ou o comprometimento do cristalino a longo prazo. Os prejuízos são descritos pela medicina, porém, Lauro Cavour afirma que é incomum ter casos de pessoas com esses problemas devido ao uso de óculos que não oferecem a devida proteção contra os raios UV.
 

Comentar

Seu comentário será liberado pelo administrador. Informe-se sobre as regras de moderação de comentários no Termo de uso.
CAPTCHA
Resolva a soma abaixo por questões de segurança
2 + 0 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.