Notícias e Variedades de Macaé
Início » Sua casa » Decoração e construção » Home office, o escritório no aconchego do lar

Home office, o escritório no aconchego do lar

qui, 03/12/2015 - 10:28 -- Leila Pinho
Créditos: 
Fotos Alle Tavares
home office

Começar o dia de trabalho em casa já é rotina para alguns profissionais. Para funcionários e donos do próprio negócio, executar as tarefas da empresa em casa pode ser muito vantajoso, além de mais produtivo. Ganha-se mais tempo não enfrentando o trânsito e mais qualidade de vida.

Quando o lar vira local para exercer a profissão, ter um espaço ideal para realizar as atividades faz toda a diferença. Por isso, o home office ganha, no contexto geral do projeto da casa, cada vez mais importância. Não por acaso, algumas construtoras já entregam os apartamentos e casas com espaço reservado para os moradores trabalharem e estudarem.

Home office da família Lemos

julio lemos e maria luiza lemosBem coerente com o estilo da casa, o home office da família Lemos, projetado pela arquiteta Nana Nogueira e executado pela Todeschini, é integrado à sala de estar que por sua vez é interligada à sala de jantar e à cozinha. Eles se identificam tanto com a integração dos ambientes que antes de se mudar, reformaram o apartamento quebrando uma das paredes da cozinha para ter mais amplitude. 

O escritório é composto por uma bancada para o computador, algumas prateleiras, armários e uma mesa para reuniões ou estudo. O revestimento espelhado nos armários ajuda a dar a sensação de maior amplitude e a iluminação do projeto imprime um ar de sofisticação e elegância.

Uma luz amarela surge atrás dos armários superiores do móvel planejado e dá mais destaque à prateleira que fica logo abaixo, onde algumas peças de decoração e livros estão colocados. Um pouco à frente do móvel e próximo à mesa de reunião, o rebaixamento do teto em gesso, revela outra iluminação diferenciada.

O casal gosta de decoração e, segundo conta Júlio, a escolha dos móveis costuma ficar por conta de Maria Luiza. Dos elementos do home office da família Lemos, a cadeira Egg, com design diferenciado chama bastante atenção. A poltrona Egg tem esse nome devido à sua geometria que parece a forma de um ovo. Revestida com fibra natural, o design clássico quebra a sobriedade do escritório e faz um link interessante com a modernidade e o aconchego da casa. A almofada no tom laranja traz contraste e colorido ao ambiente que tem predominância de tons amarronzados. O casal Júlio Lemos e Maria Luiza Lemos mudou de casa há 6 meses e antes de entrar no apartamento que moram hoje, em Macaé, já pensavam em fazer o home office. No primeiro momento, Júlio tinha cogitado o espaço como local de estudo, já que ele estava fazendo uma pós-graduação e precisava de lugar para ler e pesquisar. Depois, ele não achou nada mau trabalhar no período da manhã ou à tarde dentro de casa. “Aqui é o meu cantinho. Uso, basicamente, o computador para ler e responder e-mails e acessar as câmeras da empresa”, diz Júlio.

marcelo muquiciA família Lemos adora o conceito de integração dos cômodos e preferiu fazer o home office junto à sala de estar. O objetivo do projeto era não destoar do estilo do apartamento e ser bem funcional. “Tínhamos que estar no escritório, sem parecer escritório. Temos muitos livros, pastas e documentos e nossa preocupação era que isso não ficasse aparente, justamente pra fugir daquela cara de empresa”, fala Júlio.

O engenheiro civil que atua projetando ambientes, Marcelo Muquici, segue uma linha mais contemporânea quando planeja o home office. Ele atende vários clientes em Macaé e região, e busca aliar as necessidades de trabalho do morador com a funcionalidade adequada em projetos mais clean. Nesse caso, a tendência segue a máxima do menos é mais.

Pouca aparência de escritório corporativo e alguns toques de aconchego marcam bem os projetos de home office assinados por ele. “Tento ao máximo desvincular a decoração do ambiente do dia a dia do profissional. Uso tecidos e papéis de parede como forma de fazer o local ser mais acolhedor”, explica Muquici.

projetista da todeschiniDe acordo com o projetista Luiz Castro, da Todeschini Macaé, entre os clientes da loja, as mulheres mostram mais preocupação com a estética geral e querem bancadas menores, enquanto os homens pedem bancadas amplas e mais gavetas. “O cliente quer espaço prático, o mais bonito possível, porém com menos itens. Pode-se observar que os projetos modernos usam poucas peças de decoração”, ressalta Luiz.

Os móveis planejados chegam muito perto do efeito da mobília sob medida e possuem alto nível de personalização. O benefício está em poder criar um projeto que atende bem às especificidades dos moradores e principais características de uso do recinto, ajustando-se ao espaço disponível.

Luiz ressalta que em um bom planejado não pode faltar bancada para notebooks ou computadores, gavetas e prateleiras. “As prateleiras abertas são ótimas para dar destaque aos livros. Como Macaé tem alto índice de umidade, eu indico usar mais prateleiras abertas para que o ar circule bem”, afirma o projetista.

Para escolher as cores do revestimento, ele sugere levar em consideração as características do local. Se o local for exclusivamente destinado para o escritório, ele recomenda usar tons mais escuros que conferem sobriedade, como a tonalidade avelã touch, amadeirado escuro com textura leve. Quando for conjugado, ele indica os tons mais claros para harmonizar o ambiente.

casal renata e luiz aurélioOs empresários Renata Azevedo e Luiz Aurélio Ferreira mudaram há pouco tempo e sentiram a necessidade de incluir o escritório na reforma da casa. O ambiente ainda não está pronto, mas Renata já vislumbra como será útil para a rotina do casal. “Na empresa, o tempo todo, ocorrem interrupções e, às vezes, sinto falta de um local mais reservado para fazer planejamento”, relata a empresária. Ela acredita que trabalhando em casa, esporadicamente, vai conseguir fazer tarefas com mais tranquilidade, sem perder a disciplina e o foco.

No projeto de reforma da casa de Renata e Luiz, assinado por Marcelo Muquici, o antigo mezanino foi transformado em uma suíte para hóspedes com home office acoplado. “A gente imaginava um escritório bem funcional, com o conforto de casa”, conta Renata. Armário na vertical, com algumas prateleiras para guardar documentos importantes são itens primordiais para eles. “Vamos ter uma bancada grande até a janela e outra menor com gavetas. Também vamos ter uma tela de videomonitoramento para acompanhar tudo o que acontece na empresa. Embora a gente (ela e o marido) tenha negócios diferentes, nós trocamos muitas ideias, afinal somos um casal. E, se tiver necessidade, poderemos trabalhar os dois juntos”, pontua Renata.

Em tempos de grande empreendedorismo, onde cada vez mais pessoas estão deixando o emprego formal e abrindo sua própria empresa para tocar seus negócios, por vontade própria ou pela necessidade de recolocação no mercado de trabalho, ter um espaço aconchegante e funcional em casa para gerir os negócios, como Renata, Luiz, Maria Luiza e Júlio pode ser a solução para otimização do tempo e aumento da produtividade com qualidade de vida.

Comentar

Seu comentário será liberado pelo administrador. Informe-se sobre as regras de moderação de comentários no Termo de uso.
CAPTCHA
Resolva a soma abaixo por questões de segurança
2 + 15 =
Solve this simple math problem and enter the result. E.g. for 1+3, enter 4.